Páginas

13 outubro 2010

Profissão: Estilista

Aqui estou para dar segmento ao assunto das profissões relacionadas a moda, portanto, hoje vou falar um pouco sobre o estilista. O que é ser um estilista, principalmente hoje, quando a gente vê por aí, de um lado e de outro, muitas cópias. Puro engano, ser estilista é uma dessas profissões que não corre o risco de desaparecer do mapa, pelo contrário. Segundo o dicionário Aurélio, é o profissional que lança as novas formas da moda. Já o dicionário Michaelis, complementa dizendo que é a pessoa que cria e desenvolve estilo de roupas, penteados, maquiagens...ou seja é a figura maior do setor de criação do ramo da moda, não só dita como segue as tendências mundiais do setor da moda e para isso deve ser bastante criterioso, consciente e seletivo para que assim ele poça manter preservada as particularidades de seu país, região e sua cultura.


O estilista trabalha muito com a criatividade, deve por obrigação estar antenado com tendências que estejam acontecendo dentro e fora das passarelas e é importante que ele entenda a cultura de outros países e suas particularidades para que assim ele poça atender e atingir o seu público alvo. Esta profissão esta cercada  de atributos que necessariamente o profissional deve ter, como por exemplo:
-Saber elaborar bem os projectos de coleção
-Ter visão e sensibilidade para fazer suas pesquisas e escolhas
-Ter a capacidade de saber observar e filtrar o que vê e depois utilizá-las para o desenvolvimento de sua coleção
-Saber criar modos( metodologias) para a função
-Criatividade, principalmente ela, vai ser de enorme utilidade porque o mundo da moda passa e repassa pela criatividade.Quanto mais melhor!
-Sem contar que precisa saber, ter entendimento sobre a modelagem, conhecimento do fator social, desenho e história, principalmente história do vestuário e história geral.

Quais são as tarefas principais de um estilista?
Primeiramente é a elaboração de um projecto de coleção, pesquisar as tendências ( inclui pesquisar modelos, tecidos, aviamentos, cores, enfim, tudo que esteja relacionado com a coleção escolhida ), o seu público e definir o estilo deste público. Em seguida vem a elaboração dos desenhos das roupas, acessórios ou o que estiver sendo desenvolvido pelo profissional, não podemos esquecer dos desenhos técnicos que são de extrema importância guando chegar a hora de produzir as peças e é guando o profissional terá a necessidade de trabalhar junto a uma costureira experiente onde juntos irão discutir e confeccionar as peças piloto para que poça ser feita os ajustes no projecto de coleção. Por ultimo vem a finalização do projecto, tudo pronto e a vez de pensar em mostrar para o mundo (mídia, revistas, catálogos, etc...) e o desfile, normalmente só as grandes marcas, maisons utilizam este meio, é muito custoso mas trás um resultado imediato porque mostra se todo o trabalho desenvolvido foi aprovado ou não.

A formação
Existe nos dias de hoje muitos casos de estilistas de fama consagrada que não tiveram  formação superior e nem cursos técnicos, mesmo porque esta especialização é coisa muito recente, somente a seis anos foi que se formou a primeira turma deste setor. Atualmente existe curso superior de moda, design, especializações em estilismo, modelagens, marketing voltado para a moda e sem contar os cursos profissionalizantes que estão espalhado por todo o país que por si só já dão uma base muito boa para se começar. a nível superior se estudará matérias como história da indumentaria, sociologia, estética, modelagem, design, marketing, participarão de laboratórios de criação entre outras e é bom lembrar que o curso é composto de aulas teóricas e principalmente práticas, porque são com elas que o aluno poderá  ter noção de como realmente funciona o desenvolvimento de um projecto de moda e suas dificuldades do dia-a-dia. A duração média do curso é de quatro anos.

O mercado de trabalho
Um estilista terá  uma ampla possibilidade porque o setor têxtil e o de confecções estão hoje, bastante desenvolvido e empregando profissionais não só em estilismo como do setor de gerência e administrativo como pessoas que estão ligadas ao setor de forma indireta como prestadores de serviço e logística. A oferta de vagas neste setor é bastante promissora. Segundo Dario Caldas, professor dos cursos de moda e design da universidade Anhembi Morumbi e Santa Marcelina, comenta que devido a crise económica, as empresas estão estão contratando profissionais que tenham um perfil generalista, que dominem todos os segmentos, porque das 30 mil empresas brasileiras, 80% são micro e pequenas empresas que infelizmente não terão cacife para contratar um especialista para cada setor. Por tanto é bom saber de tudo e além disso é importante saber que realmente um bom estilista é aquele que até costurar deve fazer parte do seu aprendizado, saber atuar em todos os setores é fundamental para se obter sucesso.

Nenhum comentário: