Páginas

02 janeiro 2012

Verão 2012, Lingerie by Interfilière

Vocês viram as tendências lingerie para o outono/inverno, agora mostro o verão 2012. Estas impressões são ótimas, porque nos dá dicas do que usar e do que vem pela frente, principalmente para quem produz e precisa estar atualizado. Estas empresas de pesquisas, produzem seus moodboard que realmente, dá gosto de se ver.

Absoluto conforto, elegante prazer e sedução icônica serão as três mais importantes estratégias que deverão ser  usadas em qualquer marca/fabricante de lingerie.
















2012, viva o ano novo!

Achei este poster muito adequado para o ano que se inicia. Resoluções importantes para 2012.

22 dezembro 2011

Feliz Natal

Desejo a todos vocês, com muito carinho, Feliz Natal e um Próspero Ano novo. Aproveito e comunico que estarei entrando em férias e retorno em breve com novidades. Abraço a todos.

08 novembro 2011

Verão 2012

Este relatório eu tirei da ISSUU, site que eu tenho o hábito de folhear as revistas que eu gosto e encontrei este trabalho sobre tendência para o verão que eu achei muito bem feito e não deixa nada a desejar para os relatórios das grandes empresas de pesquisas, um trabalho realizado por: Linda Wood

Vicunha Jeans, tendências para verão 2012

A empresa Vicunha, com mais de 40 anos de mercado, é hoje, uma das maiores indústrias têxteis do mundo. Fabricante importante do segmento de índigos e brins, possui um importante parque industrial e com isso, aliado a grandes investimentos em tecnologias ela é hoje, a responsável por 40% da produção brasileira de índigo. Claro, todo esse sucesso está acompanhado de uma grande responsabilidade social e ambiental.
Nos últimos anos a Vicunha vem colocando a disposição de seus clientes, informes sobre moda, lançamentos e tendências e a revista VTRENDS é sua maior expressão.

Para o verão 2012, a vicunha apresenta 4 temas: Across the Universe, Bohemian Rhapsody, Open your heart, True colors. Confira.

TRUE COLOR

Mix de cores vibrantes e combinações harmoniosas. Apropriada para a geração nascida na era da Internet, com espírito jovem e urbano. Com inspiração num mundo multicolorido de clubes e games, a cartela é bem divertida. As estampas vem com prints de animais bem coloridos e gráficos, desenhos abstratos, texturas e 3D.


Open Your Heart

O romantismo e o pastoral vem trazendo frescor e leveza para o verão. Um sonho...um dia de piquenique, jardim, flores e céu azul. o clima bucólico se complementa com a alfaiataria com calças cropped e cíntura clochard. As estampas com motivos florais, bolinhas e listras.


Across The  Universe

Culturas de diferentes lugares do mundo é a base de inspiração para este tema que tem um clima étnico onde o safári e o militar tem lugar garantido. O visual é chique e universal. Shape amplo, confortável e muitos bolsos. As estampas étnicas, camuflados, desenhos e texturas da natureza. É o hippie chic.


Bohemian Rhapsody


Os anos 70 estão de volta com um toque boêmio e folk chic. Siluetas alongadas, shapes amplos, túnicas e calças pantalonas e flare-Para o público masculino também. Eles, com um ar de Jetsetter refinado, camisas justas e alfaiataria.


Fonte: Vicunha






05 outubro 2011

Verão 2012, tendências para homens e mulheres


A CIFF, Copenhagen International Fashion Fair, mostrou o que teremos para o verão 2012, siluetas e cartela de cores para masculino e feminino, dividido em quatro temas. Click nas imagens para ver maior.

New Edge


Em New Edge, está representado por um forte desejo pelas formas modernas, puras e sensual. De um apelo moderno, porem simples, dando uma idéia de classicismo e intemporalidade. Roupas muito bem estilizadas, formas estruturadas e confortáveis

Technicolor Summer.


É a chamada para o verão, a alegria, férias, relax total. Muitas cores e sedução, ouse. Mistura de roupas sensuais, detalhes de opulências e glamour. Com um certo ar californiano onde se brinca com a moda praia e o casual americano.

Soft alternative

Um sonho onde você estará em total conexão com um mundo mais calmo, uma existência mais autêntica, melhor qualidade de vida, consumo sustentável, uma vida simples e justa. Muita interferência do artesanal, que andava meio esquecido e retorna reformulado e refinado, compondo um ar romântico, refrescante sem ser ingênuo.

Urban Jungle

Sinal dos tempos, Urban Jungle reflete a necessidade de enfrentamento com a intensa vida cotidiana moderna, efervescente e de grandes performances, de ritmos agitados onde sobreviverá os mais fortes e para evoluir todos os dias neste ambiente urbano ou selva urbana surge a inspiração das florestas, primitiva, intensa e selvagem. O gráfico indígena e de muita importância neste tema.

29 maio 2011

O movimento Estético

O que foi realmente o movimento estético?
Tudo começou por volta de 1860, com um grupo de artistas e escritores, que naquele momento se encontravam em total inconformismo e por conta desta irritação, criarão um movimento reformista que exploravam novas formas de viver e se expressar. Estavam desafiando os padrões da época, cansados da estética vitoriana, fizeram surgir "a arte pela arte" onde se enfatizava a forma e não o seu contéudo, diziam que o valor da arte está na estética e que ela deveria ser admirada por sí mesma e não buscar nenhuma mensagem moral que pudesse conter, enfatizavam o prazer estético.Como fundadores deste movimento se encontra William Morris, James McNeil Whistler e Dante Gabriel Rossetti


Durante as próximas décadas o movimento cresceu e foi atraindo cada vez mais artistas, artesãos, poetas e escritores, filósofos e juntos criaram o movimento que cultuava a beleza pura. pode-se dizer que tudo isso causou choque na sociedade conservadora da época, século 19. O slogan era, arte pela arte, criação do poeta Théophile Gautier. Foi a contra-cultura, exatamente como nos anos 60 e que veio para mudar os padrões e teve como palco inicial a galeria Grosvenor, na Bond Street,Londres, que foi inaugurada em 1877 onde aconteceram diversas exposições de peso como as de JMWhistler, Albert Moore e Edward Burne-Jones.Além de tudo, o lugar foi palco de performances de todos os novos tipos e personagens emergente no movimento como o emblemático Oscar Wilde.A galeria fez surgir a nova elite artística e toda a sociedade Londrina começou a fazer uso dessa nova moda e a comprar cada vez mais as artes e o movimento se estendeu a moda, na decoração e até mesmo na arquitetura e as empresas fabricantes de bens de consumo como móveis, têxteis e objetos em geral, passaram a contratar estes artistas para fazer suas novas criações.Toda esta mudança na sociedade e nas artes fez surgir o movimento Arts and Crafts que unificou os trabalhos dos designers, arquitetos, artesãos, pintores e escultores e levaram com isso os ideais das artes e do ofício a um numero maior de pessoas, popularizando. Este momento teve William Morris e John Ruskin como maiores divulgadores e incentivadores do movimento.


O museu Victoria and Albert, Londres, esta realizando uma exposição que de 2 de abril a 17 de julho, mostra "The Cult of Beauty- The Aesthetic Movement 1861-1900"


A exposição será dividida em quatro períodos cronológicos que mostrará o desenvolvimento do movimento estético nas artes e no design no período de 1860-1890. Assista o vídeo da exposição. Segundo Stephen Calloway, realmente este movimento estético nos deixou um legado que foi fundamental para o século 20, a importância da arte na vida cotidiana, de que o belo deve nos rodear é crucial e pode-se afirmar que este movimento foi a primeira revolução de costumes.
Veja mais sobre a exposição aqui .



12 maio 2011

O pixel está na moda


Para a coleção outono inverno 2011/2012, a Anrealage (Anriareiji) by Kunihiko Morinaga, desfilou na semana de moda do Japão, no Laforet Museum Roppongi Minato (Tokyo), que teve como tema " LOW "(baixa resolução). Kunihiko apresentou vestidos, ternos, casacos e acessórios tudo em padronagem pixel, composição feita de coloridos blocos de tecidos diferentes, causando um efeito bem realista dos pixels.

Os acessórios também foram confeccionados com motivos de pixels, os óculos em formato cúbico, coloridos translúcidos, quase como máscaras. Uma mistura maravilhosa de padronagem associada a um bom design das roupas. Esse é o trabalho da Anrealage (Anriareiji) by Kunihiko.





Veja melhor aqui e aqui.


09 maio 2011

A arte e a moda by Sonia Delaunay


Sarah Stern, esse era seu verdadeiro nome, mas também era chamada Sonia Terk, nascida na cidade de Gradizhsk, uma aldeia na Ucrânia, em 14 de novembro de 1885 e veio a falecer em Paris, 5 de dezembro de 1979. Em 1910, Sonia casou-se com Robert Delaunay, também artista, tiveram um filho, Charles.
Sonia é reconhecida como uma pintora abstracta e colorista, aplicou todos os seus conhecimentos e talentos em praticamente em todas as áreas de expressão visual, incluindo as artes gráficas, decoração, teatro, cinema, moda e têxtil.Seu estilo, a meu ver, é difícil de definir, cubismo, futurismo, teve sua fase Fauvista, mas foi com as artes decorativas que ela recebeu diversos prémios.

Sua marca registrada é a sensação de movimento e ritmo criada pelo contraste simultâneo das cores. Atualmente, está acontecendo uma exposição no Smithsonian, especificamente no Cooper-Hewit, National Design Museum, Color Moves: Arte e Fashion by Sonia Delaunay, de 18 de março a 19 de junho de 2011. Esta exposição irá mostrar todos os trabalhos realizados por Sonia no seu atelier, Simultané em Paris, na década de 20, os têxteis criados para Metz& Co ( Loja de departamentos em Amsterdã em 1930 ).Mostra-rá exemplos de projetos têxteis, vestuário, fotografias, irá estar presente obras que estão no Musée Des Arts Decoratifs, Musée de la mode de la ville de Paris, Musée de L`Etoffes, Bibliothéque Nationale de France e coleções privadas.Veja abaixo mas exemplos do trabalho desta mulher que indiscutivelmente é uma fonte de inspiração.








Veja mais no Web site da exposição aqui e aqui